Camapuã: Carreta carregada de veneno perde o freio em descida, capota na curva e atinge veículos

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Na manhã desta quinta-feira (31), por volta das 10hs, uma carreta Iveco carregada com defensivos agrícolas, tombou na curva do km 196 da BR-060 em Camapuã e bateu em dois veículos.

Segundo o motorista da carreta, placa OGZ-9900 de Chapadão do Céu-GO, Antônio Ferreira Diogo de 51 anos, ele estava com uma carga de defensivos de aproximadamente 10.000 kg, tinha saído de Chapadão do Céu-GO com destino São Gabriel do Oeste-MS.

Na chegada em Camapuã, na descida do CTG, ouviu um barulho tipo um estouro, pisou no freio e conseguiu reduziu uma marcha, ao pisar no freio novamente para reduzir outra marcha, notou que o freio tinha acabado, já não conseguiu mais reduzir para terceira marcha, ficando na quarta e continuando a descida. A partir daí bateu o desespero, relatou o motorista a Redação, ele lembrou da curva que fica no final da descida, pois já passou por Camapuã diversas vezes.

A carreta não conseguiu fazer a curva e tombou, se arrastando já fora do asfalto e batendo em um caminhão Mercedes vermelho, placa AEC-9068 de Campo Grande-MS, que estava estacionado em frente um Bar, o motorista, Sr. Cezar Siqueira da Silva de 43 anos, tinha parado para comprar cigarro e quando estava voltando, viu a carreta bater em seu caminhão e arrastando por cerca de 20 metros.

 

Com o impacto, o caminhão bateu em outro veículo, uma Parati placa AAX-2110 de Camapuã, que estava estacionada em frente uma oficina ao lado do bar, o veículo ficou totalmente destruído.

 

Apesar da grande proporção do acidente, ninguém se feriu, a Polícia Militar de Camapuã foi acionada para controlar o trânsito na BR, que não precisou ser interditada.

O motorista da carreta foi orientado pela PM a aguardar a Polícia Ambiental devido parte do veneno ter se espalhado no solo.

Fotos e fonte: InfocoMS

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias semelhantes