Campanha de vacinação contra o sarampo começa nesta segunda-feira (10)

A prefeitura de São Gabriel do Oeste, por meio da Secretaria de Saúde, promove a partir desta segunda-feira (10), a primeira etapa da Campanha de Vacinação contra o Sarampo. A imunização vai acontecer até o dia 13 de março, em todas as unidades de saúde, para o público de 5 a 19 anos que não está em dia com o esquema vacinal.

O Dia D de mobilização será no próximo sábado, 15 de fevereiro em todos os municípios do país. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o objetivo principal da campanha é resgatar os que não se vacinaram e complementar o esquema de vacinação da tríplice viral. A vacinação será realizada a partir da análise do cartão de vacinação, seguindo as recomendações do Ministério da Saúde.

Durante todo o dia 15, as unidades de saúde da cidade estarão abertas a partir das 8h, além do posto do Distrito do Areado, que funcionará até às 11h e a unidade que atende ao Assentamento Campanário, que estará aberta até às 17h. A Vacina Tríplice Viral protege o corpo contra 3 doença virais, o Sarampo, Caxumba e a Rubéola, que são doenças altamente contagiosas. Crianças devem receber a primeira dose aos 12 meses e a segunda aos 15 meses de idade. Considera-se adequadamente vacinado o indivíduo que tiver recebido duas doses depois da idade de um ano.

As contraindicações à administração Tríplice Viral são: gestantes, pessoas com doenças que afetem o sistema imunológico, como HIV ou câncer, por exemplo e pessoas com histórico de alergia à Neomicina ou a algum dos componentes da fórmula da vacina. Em caso de dúvidas sobre a vacinação é importante recorrer a um profissional de saúde na unidade. A Secretaria solicita que a população esteja com a Caderneta de Vacinação para que esta seja avaliada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias semelhantes

Fiocruz aponta alta em casos de gripe em MS

Dos 27 estados brasileiros, apenas 10 apresentaram tendência de crescimento a longo prazo de SRAG (Síndromes Respiratórias Agudas Graves), segundo dados da Fiocruz (Fundação Oswaldo