Chapadão do Sul: Fazendeiro é multado em R$ 800 mil por construir drenos para escoar água de rio

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Um fazendeiro paulista, de 61 anos, foi multado R$ 800 mil por construir drenos para o escoamento de água em uma área de 160 hectares de uma propriedade rural de Chapadão do Sul, cidade a 321 quilômetros de Campo Grande.

Conforme a PMA (Policia Militar Ambiental) de Costa Rica, responsável pelo flagrante na propriedade do fazendeiro há uma área úmida de 356,5 hectares, conforme o CAR (Cadastro Ambiental Rural), localizada à margem direita do Córrego Indaiá.

Durante fiscalização, os policiais verificaram que em 160 hectares da área, medidos em GPS, foram realizadas aberturas no solo com mais de um metro de profundidade, por um metro de largura e fundo afunilado com 40 centímetros. Os drenos eram de várias extensões e se ligavam a um canal central que deságua no leito do Córrego Indaiá.

Na análise da área alterada e danificada, os policiais constataram que a área é preservação permanente, composta por várias nascentes, existentes à margem direita do córrego Indaiá ao lado rodovia BR-060. O proprietário da fazenda mora em Santana da Ponte Pensa (SP) e foi autuado administrativamente e multado em R$ 800 mil.

Ele também responderá por crime ambiental de destruir área de preservação permanente. A pena para este crime é de um a três anos de detenção. O infrator também foi notificado a apresentar plano de recuperação da área degradada e alterada, junto ao órgão ambiental.

CGNEWS

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias semelhantes