Churrasco, cachaça e confusão. Confraternização entre amigos termina em homicídio no município de Sonora-MS

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Foto: Local onde aconteceu o crime, na manhã deste domingo, durante churrasco de peões da fazenda São Mateus (Foto: Divulgação)

Um homem de 36 anos morreu ao ser atingido por tiros de espingarda na manhã deste domingo (24) em Sonora – município localizado a 364 km de Campo Grande. Ele estava em um churrasco com colegas de trabalho, todos peões de fazenda, que se desentenderam e acabaram se agredindo. Mesmo sem ter envolvimento direto, ele foi morto.

De acordo com a perita criminal Mayara Ramos de Souza Nisutsu, Tiago dos Santos Lima, de 36 anos, Altamir Reis Fraga, de 46, e Paulo Ernanes Pessoa, de 44, estavam juntos fazendo um churrasco, quando então começou um desentendimento.

Altamir e Paulo começaram a discutir por motivo que Altamir sequer se lembra, sendo que ele feriu Paulo com uma facada na altura do pescoço e usou um espeto para acertar o rival no tórax, pescoço e braço, assim o derrubando.

Pensando que Paulo tinha morrido, ele e Tiago foram para a casa deles, próximo do local da briga, mas lá foram surpreendidos pouco depois por Paulo, armado com a espingarda calibre 12, já ameaçando a dupla. “Agora mato um”, gritava.

Altamir ainda revelou aos policiais – além de Mayara, também foi ao local o agente de polícia científica Jorge Saraiva – que o trio havia consumido muita bebida alcoólica e não se lembra com exatidão o ocorrido, mas que os disparos teriam ele próprio como alvo, mas acabaram acertando Tiago, que ainda correu, mas morreu em seguida.

“Como choveu bastante, não tinha mais nenhuma marca de sangue, nada. Só tinha mesmo o corpo e as perfurações causadas pelo disparo, no lado esquerdo do tórax e no braço esquerdo, já que a munição se dispersa e causa várias perfurações”, explica.

Autor fugiu: 

Paulo teria sido atingido por Altamir com uma facada no pescoço e perfurado com um espeto de churrasco no braço, pescoço e tórax. Paulo caiu no chão, acreditando que ele estava morto, Altamir e Tiago foram embora para suas casas, perto dali.

Contudo, Paulo se recuperou e surpreendeu os dois com uma espingarda, dizendo que mataria um naquela noite. Contudo, ele acabou atirando e acertando Tiago, que ainda tentou correr, mas morreu ali mesmo. Paulo fugiu, sendo encontrado pela polícia apenas nesta noite ao dar entrada no hospital de Sonora.

Fonte: Campo Grande News 

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Notícias semelhantes