Com elevado padrão tecnológico e sanitário, Granja Rio Verde representa um marco em projeto da COOASGO para expansão da Suinocultura

Instalada em Rio Verde de Mato Grosso (MS) e com investimentos de R$ 55 milhões, unidade terá capacidade para alojar 5 mil fêmeas, operando com o uso de sistemas de alta eficiência em biossegurança e com tecnologias de ponta para a multiplicação de material genético Agroceres PIC.

A Cooperativa Agropecuária São Gabriel do Oeste (Cooasgo) deu início ao povoamento da Granja Rio Verde, uma das mais modernas unidades de produção de suínos do País. Resultado de um investimento de R$ 55 milhões, a Granja Rio Verde vai operar como Núcleo Filial de Rebanho Fechado e será uma das maiores unidades desse tipo dentro da rede de Multiplicação da Agroceres PIC. Ao todo, serão cinco mil fêmeas alojadas, entre avós e bisavós, e capacidade para produzir um volume superior a 160 mil animais por ano, dentre os quais 40 mil matrizes Camborough.

“Esse novo investimento é muito importante para a Cooasgo. Trata-se de um marco para nosso negócio de suínos. Temos absoluta convicção de que esse empreendimento vai ajudar a desenvolver ainda mais a suinocultura de nossa região, oferecendo aos suinocultores produtos e soluções genéticas de ponta”, afirma Sergio Luiz Marcon, presidente da COOASGO.

Já Rainer Goehr, diretor secretário da cooperativa, ressalta que a COOASGO tem planos muito bem definidos para sua área de suinocultura e que a Granja Rio Verde é uma “peça-chave” nessa estratégia. “A Granja Rio Verde é o primeiro passo de um modelo pensado para garantir competitividade e lucratividade aos nossos associados e para dar sustentação a expansão de nossa área de Suinocultura nos próximos anos”, afirma o diretor.

Alto padrão tecnológico e sanitário 

Com 40,5 mil m² de área construída, a Granja Rio Verde tem como principal característica o elevado padrão tecnológico e sanitário. Todos os processos produtivos são automatizados e as instalações climatizadas. O local escolhido para a construção da unidade foi definido a partir de um criterioso estudo. Tudo para garantir o mais elevado status sanitário.

A unidade da COOASGO irá operar com sistema de monitoramento genético para produção fechada AGPIC Plus. Com o foco voltado à máxima sanidade, o programa promove a auto reposição do plantel por meio da Genética Líquida Agroceres PIC, minimizando o risco de introdução de agentes infecciosos, além de proporcionar um progresso genético consistente, aumentando a eficiência produtiva dos plantéis.

Para Alexandre Rosa, diretor Superintendente da Agroceres PIC, essa nova granja núcleo não apenas fortalece a atuação da COOASGO na Suinocultura do Centro-Oeste, como agrega valor aos produtos e resultados do segmento de suínos da cooperativa. “A COOASGO realiza um trabalho muito importante para o desenvolvimento da Suinocultura. Com essa unidade de produção, que possui altíssimo nível tecnológico e sanitário, a cooperativa dá um grande salto e inaugura uma nova etapa em seu negócio de suínos”, afirma o executivo. “Para nós da Agroceres PIC é motivo de grande orgulho participar desse projeto. Além de reforçar a parceria que temos com a COOASGO, a Granja Rio Verde é parte essencial de nosso planejamento estratégico de ampliar nossa capacidade de produção de matrizes Camborough para atender o mercado brasileiro”, observa.

A cooperativa

Criada há 28 anos, a COOASGO tem sua atuação centrada na recepção de grãos (milho, soja e sorgo), produção de ração, comercialização de combustíveis e bovinocultura. A maior força da COOASGO, entretanto, está na produção e comercialização de suínos. A cooperativa conta, atualmente, com 14 mil matrizes em produção, sendo 10 mil matrizes próprias e 4 mil de seus associados. Com a inauguração da Granja Rio Verde, a COOASGO amplia sua base produtiva para 19 mil matrizes em produção. De olho no futuro, a cooperativa projeta novos investimentos nos próximos 5 anos. Entre eles, a construção de três modernas Unidades de Produção de Desmamados (UPDs), que elevará o plantel reprodutivo da COOASGO para 35 mil matrizes.

 

Texto: Assessoria de Comunicação, Agroceres PIC

Foto: Divulgação, COOASGO

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Notícias semelhantes