‘A hora que consolidarmos o Código Florestal, vamos calar a boca do mundo’ Dispara Tereza Cristina

Foto: A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, participa da abertura do seminário "Boas práticas de fabricação e autocontrole"

Tereza Cristina chamou a atenção para a campanha negativa que o país está sofrendo, especialmente na UE, contra os produtos agropecuários brasileiros

Durante o  14º Encontro de Previsão de Safra, promovido pela Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec) e pela Associação Nacional dos Exportadores de Algodão (Anea), em Brasília, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, chamou a atenção para a campanha que o Brasil está sofrendo, especialmente na União Europeia, contra os produtos agropecuários brasileiros.

Durante o  14º Encontro de Previsão de Safra, promovido pela Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec) e pela Associação Nacional dos Exportadores de Algodão (Anea), em Brasília, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, chamou a atenção para a campanha que o Brasil está sofrendo, especialmente na União Europeia, contra os produtos agropecuários brasileiros.

Ela ressaltou que o mercado de soja já é conhecido e que a soja produzida hoje já está precificada e vendida. A ministra também lembrou que o Ministério da Agricultura está trabalhando intensivamente para abrir novos mercados e aumentar a base para a exportação do Brasil.

“A soja e o milho são importantíssimos, mas temos outras coisas e temos que diversificar a nossa pauta para a nossa balança comercial”.

Coronavírus
A ministra também afirmou que é preciso analisar com cautela os possíveis impactos que o novo coronavírus poderá trazer para a agricultura. Ela lembrou que a China tem 1,3 bilhão de habitantes, e que continuará demandando por alimentos.

“São conjunturas momentâneas, mas que temos que analisar com a devida cautela e com um cenário maior e não pontual. Temos que ter muita cautela e responsabilidade, porque os mercados são nervosos”, disse.

Radar

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias semelhantes