Liga das Nações de Voleibol: Brasil, Itália, Rússia e Alemanha vão jogar no Guanandizão em junho

Será a última competição destas equipes antes das Olimpíadas de Tóquio

O governador Reinaldo Azambuja e Radamés Lattari, ex-campeão mundial e atual CEO da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), assinam, nesta sexta-feira (7) convênio que confirma Campo Grande como sede da Liga das Nações de Vôleibol, evento que reunirá as seleções do Brasil, Itália, Rússia e Alemanha. As três primeiras já foram campeãs olímpicas, e figuram entre as potências do vôlei mundial.

Serão os últimos jogos oficiais da seleção brasileira antes do embarque para os Jogos Olímpicos de Tóquio.  Dos dias 19 a 21 de junho o Ginásio Avelino dos Reis (Guanandizão) está preparado para receber uma a etapa da Liga das Nações de Vôlei Masculino.

A competição internacional marcará a reabertura oficial do local, que agora está com mais de 70% das obras de revitalização concluídas.

A empresa que executa a reforma, onde foi investido R$ 1,8 milhão, concluiu esta semana a implantação do novo piso da quadra poliesportiva, à base de asfalto esportivo e textura antiderrapante (também chamado de piso lisonda), com pequena flexibilidade. A pintura da quadra também foi concluída.

Piso do Novo Guanandizão já está pronto – DIVUGAÇÃO

As obras de reforma do ginásio foram vistoriadas na manhã desta quinta-feira (06). O secretário especial de Gestão Política da Capital, Carlos Alberto de Assis, informou que, em acordo com a Federação de Vôlei de Mato Grosso do Sul, deverá ser promovido um torneio regional antes da reinauguração para aferir a nova estrutura – piso, iluminação, acessibilidade e parte hidráulica.

EXPECTATIVA

As intervenções que ocorrem no ginásio desde o ano passado já mudaram o aspecto da estrutura. A revitalização do Guanandizão é fruto da parceria do governo com a prefeitura de Campo Grande, que além de resgatar o ginásio, vai receber o maior evento de todos os tempos, que é a Liga das Nações de Vôlei”, disse Assis.

Ao acompanhar a visita do secretário Carlos Alberto Assis, o presidente da Federação de Voleibol de Mato Grosso do Sul (FVMS), José Eduardo Amâncio da Mota (Madrugada), reafirmou seu otimismo com o fortalecimento do esporte a partir da reabertura do Guanandizão, em especial a modalidade que dirige.

“Será um marco transformador, oportunizando as federações a promoverão competições nacionais e regionais, ou até internacionais, e assim proporcionar intercâmbios, elevar o nível dos nossos atletas. Só temos a agradecer ao governador Reinaldo Azambuja e ao prefeito Marquinhos Trad pelo que estão fazendo pelo nosso esporte”, frisou.

Fonte: Correio do Estado

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias semelhantes