MS tem 17 óbitos por coronavírus, 693 casos confirmados e 259 estão recuperados

Foto: Edimir Rodrigues

As informações divulgadas pela Secretaria são os dados oficiais consolidados do Estado que são repassados ao Ministério da Saúde

Com mais 52 exames positivos para coronavírus (Covid-19) nas ultimas 24 horas, o número de casos confirmados da doença no Estado chega a 693. Foi registrado um óbito de moradora de Campo Grande, passando para 17 mortes por Covid-19.  As informações foram apresentadas nesta quarta-feira (20.05) em coletiva de imprensa online com autoridades do Governo do Estado.

Desde o dia 25 de janeiro, foram registradas 5.800 notificações de casos suspeitos da coronavírus em Mato Grosso do Sul. Destes, 4.316 foram descartados após os exames darem negativo para Covid-19 e 21 foram excluídos por não se encaixarem na definição de caso suspeito do Ministério da Saúde. 770 casos foram notificados e não foram encerrados pelos municípios.

Os dados publicados a partir de 20 de maio tem como fonte de dado o sistema de informações oficiais SIVEP Gripe e E-SUS VE. Esses dados são alimentados pelos municípios.

Os casos suspeitos em investigação tiveram as amostras encaminhadas para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen/MS), onde será feito o exame para nove tipos de vírus respiratórios, incluindo influenza e Coronavírus. O Lacen/MS realiza os exames para Covid-19 em Mato Grosso do Sul. Os resultados ficam prontos entre 24h a 72 horas, após o recebimento das amostras.

A Secretaria de Estado de Saúde publica o boletim epidemiológico referente às notificações de casos suspeitos de coronavírus (Covid-19) diariamente. As informações divulgadas pela Secretaria são os dados oficiais consolidados do Estado que são repassados ao Ministério da Saúde.

BOLETIM ATUALIZADO CORONAVÍRUS COVID-19 20 DE MAIO DE 2020

Boletim Epidemiológico COVID-19 – 2020.05.20

Airton Raes, Secretaria de Estado de Saúde

Fonte: Portal do MS/SES/vs.saude.ms.gov

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias semelhantes