Prefeitura retoma atividades presenciais dos serviços de convivência em São Gabriel do Oeste

A Prefeitura Municipal de São Gabriel do Oeste, por intermédio da Secretaria de Assistência Social, retomou nesta segunda-feira (22) os atendimentos presenciais dos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). Para a recepção, os profissionais elaboraram estratégias de atendimento dentro dos protocolos de biossegurança contra a Covid-19.

As Entidades Casa de Vovó Aída/Lar Fabiano de Cristo e Comunidade Kolping São Francisco de Assis atendem Crianças e Adolescentes de 06 a 14 anos e 11 meses e de 15 a 17 anos e 11 meses. Neste ano foram disponibilizadas 100 vagas para Casa de Vovó Aída/Lar Fabiano de Cristo, sendo 50 para o período matutino e 50 para o período vespertino. Para a Comunidade Kolping São Francisco de Assis, foram 200 vagas distribuídas de forma igualitária nos períodos matutino e vespertino e mais 50 para jovens.

Para o retorno das atividades presenciais, as entidades implementaram medidas de segurança como uso obrigatório de máscara, disponibilização de álcool em gel, distanciamento social, aferição de pressão e tapetes sanitizantes. Entre os serviços oferecidos estão atividades artísticas, culturais, de lazer e esportivas, de acordo com a idade, em contra turno escolar.

Segundo a Secretaria de Assistência, alguns aendimentos realizados em parceria com a APAE e AUFI também estão sendo retomados gradativamente, em turmas menores, para cumprir as regras de biossegurança.

Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV)

O Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) é um conjunto de serviços realizados em grupos, de acordo com o seu ciclo de vida, e que busca complementar o trabalho social com famílias e prevenir a ocorrência de situações de risco social. Além disso, o SCFV fortalece as relações familiares e comunitárias e promove a integração e a troca de experiências entre os participantes, valorizando o sentido de vida coletiva.

Esses serviços é uma intervenção planejada e que busca estimular a integração e a troca de experiências entre seus participantes, promovendo o respeito às diferenças, ao autoconhecimento, a autoconfiança e a cidadania, assegurando assim o fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Notícias semelhantes