Próxima safra de soja será a maior da história, diz Céleres

Próxima safra de soja será a maior da história, diz Céleres

imagem: Divulgação Foto: Petrônio Viana/ Governo de Alagoas

Pela primeira vez, o Brasil deve ter uma produção superior à dos EUA, assumindo o posto de maior produtor mundial do grão

A consultoria Céleres estimou, em seu primeiro levantamento da safra 2019/2020, que a área plantada de soja será 1,7% que o ciclo anterior. A expectativa da empresa é que o total semeado com o grão chegue a 36,9 milhões de hectares, dos quais 85%, ou 31,3 milhões de hectares, serão cultivados nos estados da região Centro-Sul do país e, os outros 15%, ou 5,6 milhões de hectares, na região Norte e Nordeste.

De acordo com a empresa, o Mato Grosso será o estado com maior área cultivada, com 9,8 milhões de hectares, seguido do Rio Grande do Sul, com 6 milhões de hectares, Paraná, Goiás e Mato Grosso do Sul.

Imagem: Divulgação Consultoria Céleres

Com isso, a Céleres projeta mais um recorde de produção brasileira, dessa vez com 124 milhões de toneladas. Os produtores de Mato Grosso também devem se destacar pela produção. A expectativa da consultoria é que no ciclo 2019/2020, o estado produza 32,7 milhões de toneladas da oleaginosa, seguido pelo Rio Grande do Sul, com 20,9 milhões de toneladas, e Paraná, com 20,2 milhões de toneladas.

Segundo a empresa, com tal produção brasileira, a agricultura atinge um marco histórico: com uma diferença de quase 10 milhões de toneladas, pela primeira vez, o Brasil deve ter uma produção superior à norte-americana, assumindo o posto de maior produtor mundial de soja.

Imagem: Estimativa Consultoria Céleres

Clima

Com 17,6% da produção já comercializada e plantio se aproximando, as perspectivas de produção para 2019/2020 são positivas, de acordo com a Céleres. Os últimos dados do National Oceanic and Atmospheric (NOAA, em inglês), o clima no Pacífico será neutro até meados de janeiro de 2020, o que possibilitará boas condições climáticas para o desenvolvimento da safra que se inicia, cenário este que não é visto há anos.

Safras 2018/2019

A consultoria ressalta que apesar das adversidades climáticas durante a fase de enchimento de grãos na safra 2018/2019, a melhoria deste quadro a partir de fevereiro possibilitou a parcial recuperação da cultura, encerrando o ano-safra com uma colheita de 117,7 milhões de toneladas, atrás apenas do recorde de 121,2 milhões em 2017/2018.

Imagem: Divulgação Consultoria Céleres

Fonte: Canal Rural

Compartilhe

Write a Comment

view all comments