Reforma tributária: ‘Não vamos deixar tirarem um centavo das lavouras’

Reforma tributária: ‘Não vamos deixar tirarem um centavo das lavouras’

Presidente da Frente Parlamentar da Agricultura, Deputado Federal Alceu Moreira (MDB-RS). - Foto: Divulgação

O parlamentar reforçou a importância da reforma tributária acontecer simultaneamente à reforma administrativa

O setor produtivo teme que os impostos cobrados sobre a produção cresçam com a reforma tributária. Porém, o presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), deputado federal Alceu Moreira (MDB-RS), afirma que isso não acontecerá. “Não interessa qual a reforma [existem três propostas no Congresso], eles não tirarão um centavo das lavouras. Pelo contrário, vamos retirar tributos”, diz.

O parlamentar reforçou a importância da reforma tributária acontecer simultaneamente à reforma administrativa, senão, segundo ele, será apenas uma “realocação de impostos”. “Se fizer juntas, você redefine o tamanho do Estado, o que diminui a necessidade fiscal”, diz.

Alceu Moreira participou de debate durante a Abertura Nacional da Colheita da Soja, nesta quinta-feira, 23, em Jataí (GO).

Tiro no pé!

A Aprosoja Brasil está acompanhando de perto as discussões sobre a reforma tributária e suas possíveis consequências para a Lei Kandir. “Tributar matéria-prima é dar um tiro no pé da produção”, afirmou o presidente da entidade, Bartolomeu Braz, durante a Abertura Nacional da Colheita da Soja, realizada nesta quinta-feira, 23, em Jataí (GO).

Presidente da Aprosoja Brasil Bartolomeu Braz – Foto: Divulgação

O dirigente destacou também a importância do setor para o desenvolvimento dos municípios brasileiros, que registraram crescimento no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), desde a década de 1990. “A interiorização do Brasil passou pelos produtores rurais. Cidades como Jataí (GO), Luis Eduardo Magalhães (BA) e Sinop (MT) não existiriam sem isso”.

Fonte: CanalRural

 

Compartilhe

Write a Comment

view all comments