Transexual é presa e adolescente de 13 anos é apreendida após matar namorado da mãe em Rio Verde

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

A Polícia Civil de Rio Verde de MT/MS, elucidou o crime de homicídio ocorrido no município, em menos de 24h, mesmo com todas informações inverídicas que eram levadas pelos suspeitos, na tentativa de se furtarem da aplicação da Justiça.

No domingo (9), Dia das Mães, a transexual R. P. A. (nome social M.), de 19 anos, foi presa e uma adolescente de 13 anos de idade foi apreendida, após matarem Benedito Souza de Oliveira (59), conhecido como “Mineiro”,  sem qualquer possibilidade de defesa da vítima.

Na noite do crime, a Polícia Civil foi acionada pela equipe do Hospital  Municipal, que reportava que um indivíduo teria vindo à óbito, vítima de esfaqueamento, resgatado na Vila do Catu, esquina da rua Ipiranga. Em diligências no local e após a coleta de inúmeros elementos de informação, apurou-se que a adolescente infratora, incentivada pela autora maior de idade, foi até a vítima, que mantinha relacionamento com sua mãe, e lhe desferiu um golpe de faca na região cervical, na altura da jugular, o que causou a morte quase imediata.

A adolescente alega que o homem ameaçava a sua mãe e confessa que estava sob efeito de álcool e drogas, enquanto a transexual nega ter participado ativamente do crime, mesmo com a mãe da adolescente informando que, ela teria dito “enfia a faca nele”.

Durante a investigação, um adolescente de 17 anos, foi autuado pelo crime de autoacusação falsa. Ele alegou ser o responsável pelo crime, na tentativa de livrar a adolescente infratora. Outras pessoas que teriam ocultado a faca usada e alterado a cena do crime também estão sendo investigadas.

A Polícia Civil representou pela prisão preventiva de “M” e pela medida de internação da adolescente.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Notícias semelhantes