‘Vou concorrer ao Senado ou ao Governo’, diz prefeito de Costa Rica sobre 2022

‘Vou concorrer ao Senado ou ao Governo’, diz prefeito de Costa Rica sobre 2022

Foto: Divulgação

Encerrado seu mandato em 2020, sem direito a reeleição, ele vai preparar sua candidatura ao Senado ou ao Governo do Estado

Prefeito de Costa Rica pelo quarto mandato, Waldeli dos Santos Rosa (MDB), agora se prepara para tentar cargos além dos limites da cidade a qual administra e onde mantém vários de seus negócios. Encerrado seu mandato em 2020, sem direito a reeleição, ele vai preparar sua candidatura ao Senado ou ao Governo do Estado.

“Vou me preparar para em 2022 concorrer ao Senado ou ao Governo do Estado. Se não for pelo MDB, vou buscar espaço em outro partido”, frisa Waldeli, conhecido por suas seguidas gestões à frente da prefeitura de Costa Rica, no norte do Estado.

Waldeli participou segunda-feira (18) da reunião entre lideranças emedebistas para definir a data da convenção regional do partido – marcado para 15 de dezembro – e o nome de Junior Mochi como presidente da chapa única que vai concorrer ao comando da legenda, atualmente dirigido pelo ex-governador André Puccinelli.

Na última eleição municipal, em 2016, ele declarou bens que, somando terras, dinheiro em conta bancária, cotas empresariais, cabeça de gado e outros investimentos, somaram R$ 15.342.181,55. Só em gado, foram declaradas 4.288 cabeças, equivalente a R$ 6,4 milhões. Já as terras dele somam 12 mil hectares.

Eleições 2020

Para 2020, o atual prefeito de Costa Rica já prepara um substituto. Leandro Bortolazzi é quem deve ser lançado ano que vem como candidato a prefeitura costarriquense. Ele, inclusive, exerce o cargo de secretário municipal de Assistência Social.

Ele foi empossado recentemente no cargo, em cerimônia que aconteceu no dia 5 deste mês. Leandro é sobrinho da esposa de Waldeli, Áurea Fresarin Rosa, até então a ocupante do cargo de chefe da pasta de Assistência Social.

Fonte: Ocorreionews

Compartilhe

Write a Comment

view all comments