Audiência de tatuador que matou jovem em Coxim é marcada para o dia 14 deste mês

Foto: Edição MS

A juíza Tatiana Dias de Oliveira Said, da Vara Criminal de Coxim, recebeu denúncia contra Washington Vieira Gonçalves, tatuador acusado do homicídio de Antônio Paulo de Andrade, ocorrido no dia 24 de outubro do ano passado. A vítima foi morta a tiros em um desentendimento por causa de um motoclube. Foi marcado para o próximo dia 14 a audiência de instrução e julgamento do caso, conforme divulgado no Diário Oficial de Justiça de terça-feira (06), disponível para consulta pública.

Após a prisão, a defesa havia recorrido requerendo a nulidade do recebimento da denúncia, por ausência de fundamentação, rejeição da denúncia e absolvição diante da prova de excludente de ilicitude. Entre as argumentações, a defesa sustentava que o réu agiu em legítima defesa. “No que tange à alegação de absolvição sumária do réu por legítima defesa, não foi demonstrada, nem palidamente, a presença de todos os elementos da referida excludente de ilicitude”, afirmou a magistrada em sua decisão ao negar o pedido.

Conforme o site Midiamax, consta na denúncia oferecida pelo MPMS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) que na data dos fatos, a vítima estava em uma conveniência na região do bairro Senhor Divino, quando houve uma discussão entre a vítima e o autor. Washington alegava que fazia parte de um determinado grupo de motociclistas. A vítima, por sua vez, diz também ser deste grupo e afirmava que Washington não fazia parte. Além disso, reiteradamente era contra a participação de Washington no referido motoclube.

Naquele dia, após o bate-boca, o réu teria saído do local e ido para a casa. Antonio teria ido atrás e iniciado uma discussão na frente da casa do autor, que pegou um revólver e o matou. Após o crime, o tatuador foi preso.  A defesa chegou a recorrer junto ao STF (Supremo Tribunal Federal) pedindo a revogação da prisão preventiva, mas o ministro Dias Toffoli negou seguimento ao pedido de habeas corpus.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Notícias semelhantes