PMA de Rio Negro autua arrendatária e funcionário de fazenda por atear fogo em vegetação sem autorização legal

Foto: Divulgação PMA Rio Negro

O infrator e a arrendatária foram autuados e multados administrativamente em R$ 1.000,00 cada um

A Polícia Militar Ambiental de Rio Negro autuou na tarde desta sexta-feira(23), uma arrendatária rural e o seu funcionário por queimada ilegal em vegetação sem autorização.

A autuação ocorreu, quando os Policiais Militares Ambientais realizavam policiamento e fiscalização ambiental na região e deparou com um homem em uma fazenda no município de Rio Negro ateando fogo em uma vegetação que estava tipo coivaras. O material lenhoso que estava sendo queimado ilegalmente com uso de óleo diesel, era proveniente da derrubada de árvores isoladas da fazenda que o homem trabalha, e que possivelmente estava limpando para o plantio de lavouras.

 

Foto: Divulgação PMA Rio Negro

 

Ao ser abordado pelos policiais, o homem respondeu que era apenas funcionário e que estava cumprindo ordens da sua patroa que arrenda a fazenda. Diante do fatos, as atividades foram interditadas na área e foi confeccionado o Boletim de Ocorrência para conhecimento e providências previstas na Lei. O infrator e a arrendatária foram autuados e multados administrativamente em R$ 1.000,00 cada um, perfazendo um total de R$ 2.000,00 em multas.

A Portaria do IMASUL nº 797, de 24 de junho de 2020 suspendeu as Autorizações Ambientais de queima controlada pelo prazo de 180 (cento e oitenta). Além disso, um Decreto Federal também proibiu a queima controlada até novembro.

Informações da GU PMA de Rio Negro

 

Foto: Divulgação PMA Rio Negro

 

Foto: Divulgação PMA Rio Negro
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias semelhantes