Transparência: Vereadores de São Gabriel participam da Prestação de Contas da FMS e Funsaúde

O Hospital Municipal José Valdir Antunes também apresentou seus dados referentes aos procedimentos e atendimentos realizados pela instituição.

Os vereadores de São Gabriel do Oeste acompanharam, na tarde de segunda-feira (17), a Prestação de Contas do Fundo Municipal de Saúde (FMS) e Funsaúde, referente ao 3° quadrimestre de 2019, em cumprimento a Lei Complementar n° 141/2012, Art. 36. Participaram os vereadores Vagner Trindade, Fernando Rocha, Luizinho Freitas e Roberto Emiliani.

O percentual de aplicação em ações e serviços públicos de saúde sobre a receita de impostos líquida e transferências constitucionais e legais possui o mínimo Constitucional de 15% de aplicação, São Gabriel do Oeste ultrapassa este percentual empregando 35,50% de receita para o funcionamento da saúde no município.

No resumo das receitas, a União transferiu para o município R$ 6.310.948,48 e o Estado R$ 1.366.655,29. No recurso total de R$ 21.405,996,74 o município investiu a maior parte, sendo R$ 13.657.338,72 no quadrimestre e R$ 17.200,52 através de outras receitas.

Conforme as informações prestadas das atividades do FMS, a Atenção Básica, que compreende todas as Unidades de Saúde do município, apresentou 104.355 pessoas atendidas no 3° quadrimestre, totalizando a realização de 125.882 procedimentos.

No Centro Especializado de Reabilitação II e Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF), o 3° quadrimestre obteve uma média mensal de 716,5 atendimentos, totalizando nos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro, 2.866 pessoas assistidas nos locais. Nestes dados constam os atendimentos realizados pelos fisioterapeutas, fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional, psicólogo e médico psiquiatra.

Na saúde bucal, o Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) possui seis profissionais que atendem nas especialidades de clínica, cirurgia geral e necessidades especiais; endodontia; periodontia; e protesista. No atendimento destas especialidades, no 3°quadrimestre, mais de mil pessoas foram atendidas e 3.306 procedimentos realizados, gerando uma média de 826,5 atendimentos por mês. O Laboratório Regional de Prótese Dentária forneceu um total de 106 próteses, sendo: prótese parcial maxilar e/ou mandibular removível e/ou temporária; prótese total mandibular; e prótese total maxilar.

O Programa Nacional de Controle do Tabagismo não apresentou nenhum índice pela falta de repasse e fornecimento da medicação do Ministério da Saúde para o Programa. Segundo as informações, desde a implantação deste sistema vem ocorrendo a falta de medicamento e por se tratar de um programa realizado pelo Instituto Nacional do Câncer e Ministério da Saúde o município não pode comprar e fornecer estes medicamentos para dar continuidade nas atividades.

No Serviço de Ouvidoria foram atendidas 15 demandas formalizadas e todas encaminhadas aos setores competentes para apuração. Conforme a Prestação de Contas, ocorreram inúmeras outras solicitações, denúncias, reclamações e sugestões na ouvidoria, porém, não foram formalizadas por opção dos próprios usuários.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), no 3° quadrimestre, ocorreram 436 ocorrências, sendo, 217 para clínica adulta, 25 pediátrico, 14 obstétrico, 50 psiquiátrico, 64 causas externas e 66 acidentes de trânsito. Destes 436 chamados, 52 foram trotes.

Foto: Divulgação/ASCMSGO

O Hospital Municipal José Valdir Antunes também apresentou seus dados referentes aos procedimentos e atendimentos realizados pela instituição.

No demonstrativo apresentado, ocorreram 2.587 internações hospitalares com uma média por mês de 216 internações no mês. Procedimentos médicos em urgência e emergência apresentaram o total de 13.123 e 456 atendimentos através de procedimentos médicos de especialistas (cardiologia, cirurgia geral, ginecologia/obstetrícia, neurologia, oncologia, ortopedia, pediatria e psiquiatria) na urgência e emergência do Hospital Municipal.

Nos quatro meses, 309 procedimentos médicos ambulatoriais em pequenas cirurgias realizadas, obtendo uma média de 71 atendimentos.

Foto: Divulgação/ASCMSGO

 

Em procedimentos médicos ambulatoriais ortopédicos, em relação ao mesmo período de 2018 houve um aumento expressivo no atendimento. Em 2018 foram realizados 558 procedimentos e no ano posterior 711 pessoas passaram pelo Hospital, aumentando a média por mês de atendimento de 47 para 59.

No acumulado dos procedimentos com finalidade diagnóstica, os dados apresentados demonstram que em 2019 foram realizados 3.625 ultrassonografias; 151.309 laboratório clínico; 12.077 radiografia; 88 tomografia computadorizada; 23 ressonância magnética; 3 colonoscopia e endoscopia; e 1.783 outros exames de diagnose.

As demais informações referentes a prestação de contas, podem ser consultados na Secretaria Municipal de Saúde.

Foto: Divulgação/ASCMSGO

Assessoria de Comunicação Câmara SGO

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias semelhantes